quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Antes não compreendia que as minhas perguntas não obtivessem resposta.
Hoje não compreendo porque um dia acreditei ser possível fazer perguntas.
Franz Kafka, Meditações, Col. Literatura Portátil, Ed. Alma Azul

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial