sexta-feira, 28 de março de 2008

Mocambique

Nestes dias com excesso de ruído em torno de Moçambique, olhei várias vezes para este belíssimo auto-retrato de Malangatana.
Pintou-o à minha frente e ofereceu-mo quando passou uns meses em Lisboa, no início da década de 70.
Tratava-me então, carinhosamente, por «patrícia».
É para mim quase uma relíquia, tenho-o sempre por perto, mas hoje saiu da moldura para o scanner.
Aqui fica, em jeito de homenagem às acácias vermelhas da cidade onde nasci, e aí vai, com um abraço, para dois bloggers que passam de vez em quando por esta casa (do ma-shamba e do Lusofolia).

1 Comentários:

Blogger Joana Lopes disse...

Obrigada pela referência.
Vou passar por aqui de vez em quando.

28 de março de 2008 às 04:08  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial